terça-feira, 25 de agosto de 2009

1 ano...



É com prazer que celebro este primeiro ano do meu blog. Um blog que me tem servido para desabafar, criar, imaginar e, acima de tudo, filosofar acerca deste meu amor/ódio pelo mundo.

Por este motivo, e ainda que a linguagem humana não possua a capacidade de exprimir as emoções com exactidão, gostaria de agradecer a todos os meus leitores, críticos e amigos pelas interpretações e opiniões que elaboraram acerca dos meus posts, dado que me permitiram crescer e aprender com todos vós.

Continuarei numa inspiração em Espinosa, a procurar a verdade com humildade e através de uma Razão que me permita aceder à inteligibilidade. Com efeito, o meu lema de vida reside num excerto do meu primeiro post: "[S]into-me aberto às minhas falhas para que as possa remediar sempre em busca de mais e novo conhecimento. Como uma janela aberta à lua, às estrelas, ao Universo".



Imagem: http://www.africatodayonline.com/admin/galeria/200808261125-pensador5_dr.jpg

6 comentários:

Anónimo disse...

Muitos Parabéns Humilde Aprendiz. Foi um ano cheio de assuntos interessantes e com a tua visão/opinião sempre bem vincada e muito própria. Gosto muito dos teus textos, não deixes de escrever.

Bruce disse...

Que venha mais um ano cheio de debates e opiniões semelhantes ou totalmente contrárias!

Como dizia o intemporal locutor de rádio Jorge Perestrelo: "É disso que o meu povo gosta!"

Austeriana disse...

Parabéns, Humilde Aprendiz! Pela parte que me toca, quem agradece sou eu! Gosto muito deste blogue! É estimulante, aborda assuntos diversos de forma inteligente e o blogger é de uma simpatia e educação exemplares!

Filipe Guedes Ramos disse...

Parabéns pelo excelente trabalho.
É sempre um prazer ler os textos que por aqui aparecem.

Dalaiama disse...

Parabéns!!!
Não me tinha dado conta de que já passara um ano! Parece que foi há um ou dois meses que li o teu primeiro post :p
Continua a publicar! Leio sempre com interesse as tuas reflexões!
Força ;)

TERESA SANTOS disse...

Não tenhas dúvida. Nós, os que tivemos a sorte de te descobrir e, (inevitavelmente) seguir, é que te agradecemos.
És a "pedrada no charco", és a lufada de ar fresco que tanta falta me (nos) faz.
Permites-me um pedido?! Porque não postas mais? Os teus textos, a tua visão do mundo, o teu "olhar" muito próprio sobre os mais diversos assuntos fazem falta.

PARABÉNS e Força, Amigo. Continua a brindar-nos com os teus belos textos, por favor.

Abraço grande.